Por que você deve comer sementes de melancia?

Por que você deve comer sementes de melancia?

As sementes de melancia são uma importante fonte de energia e podem ser incluídas na dieta alimentar. Embora algumas pessoas pensem que não são itens comestíveis, eles geram alguns benefícios para a saúde, desde que sejam introduzidos no contexto de uma alimentação variada e balanceada. Apresentaremos uma série de razões pelas quais você deve parar de desperdiçá-los.

Evitar déficits nutricionais é fundamental para garantir que o corpo funcione adequadamente. Caso contrário, patologias crônicas e complexas podem se desenvolver com o tempo.

Por isso, será muito importante garantir o consumo de diferentes alimentos, sempre priorizando os frescos.

Valor nutricional das sementes de melancia

As sementes de melancia são capazes de fornecer 557 calorias por 100 gramas de produto. Estes contêm 47 gramas de gordura, 15 gramas de carboidratos e 28 gramas de proteínas  os carboidratos que contêm são, em sua maioria, de cadeia longa, portanto, não têm um impacto significativo nos níveis de glicose no sangue.

A tudo isso devemos adicionar a presença de 2 micronutrientes importantes para alcançar uma boa saúde, magnésio e zinco.

As sementes de melancia fornecem 515 miligramas do primeiro e 10 miligramas do segundo, de modo que constituem uma ajuda fundamental para preencher as necessidades diárias de ambos os minerais.

Benefícios das sementes de melancia

Como pode ser visto nos dados anteriores, as sementes de melancia representam um alimento muito energético. Portanto, se eles forem incluídos na dieta, isso deve ser feito com moderação.

O consumo excessivo dessas sementes pode produzir um desequilíbrio energético a favor da ingestão, o que se traduz em aumento do peso corporal ao longo do tempo. Isso não é bom para sua saúde.

Por outro lado, deve-se destacar que esses alimentos possuem uma série de ácidos graxos saudáveis que podem ajudar a melhorar o funcionamento do sistema cardiovascular.

É importante que esses lipídios apareçam regularmente no esquema, pois contribuem para modular os mecanismos inflamatórios.

Além disso, as sementes de melancia são uma fonte de fibra. Esta substância demonstrou ser capaz de reduzir a constipação e ajudar a eliminar as toxinas armazenadas no trato digestivo, reduzindo assim o risco de doenças.

Isso é indicado por uma pesquisa publicada no International Journal of Food Sciences and Nutrition.

Da mesma forma, o aporte de magnésio será fundamental para garantir uma noite de descanso correta. De acordo com um estudo publicado no Jornal Internacional de Pesquisa Ambiental e Saúde Pública, o consumo adequado do mineral pode melhorar o sono e reduzir o estresse psicológico em mulheres que desenvolveram fibromialgia.

Como são consumidas?

A melhor forma de incluir o caroço da melancia na alimentação é submetendo-as a um processo de secagem no forno. Para isso, são dispostos sobre uma bandeja e colocados no aparelho por cerca de 15 minutos a 150 graus.

Passado o tempo, podem arrefecer e podem ser consumidos como aperitivo. Também existe a opção de incluí-los em diferentes receitas, como se fossem nozes.

Porém, é importante ressaltar que esses alimentos não devem ser dados a crianças, pois podem engasgar. Além disso, essas sementes contêm amigdalina, um precursor do cianeto. Se mastigada crua, a substância é liberada, o que pode causar danos à saúde.

Inclua sementes de melancia em sua dieta

Conforme explicado, as sementes de melancia têm um perfil nutricional muito adequado, por isso podem ser incluídas na dieta de forma regular para melhorar a saúde e reduzir o risco de apresentar deficiência de alguns minerais. Claro, são alimentos que devem ser cozidos antes do consumo para evitar a liberação de compostos que podem ser tóxicos.

Por fim, não se esqueça que para o bom funcionamento do organismo é necessário não só otimizar a alimentação, mas também garantir a prática de outros hábitos de vida saudáveis.

Dentre eles, destaca-se a prática regular de atividade física, priorizando sempre o trabalho de força para que os músculos permaneçam sempre funcionais.

Foto de Filip Baotić no Unsplash

Se você gostou do que leu, entre aqui e descubra mais informações e curiosidades. via: mejorconsalud

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here