Cão anda 6 quilômetros todos os dias só para dizer olá aos vizinhos

Cão anda 6 quilômetros todos os dias até a cidade só para dizer olá aos vizinhos

Todas as tardes, ao longe, a figura pesada é vista caminhando calmamente, mas com determinação, banhada pela luz do entardecer, ao longo da Rodovia 84 em Longville. E todos os dias a mesma cena se repete.

É Bruno, um cachorro que lembra muito seus primos lobos, que passeia pela cidade.

Este cachorro viaja mais de 6 quilômetros até a cidade todos os dias para dizer “olá” a todos os vizinhos.

“É a sua rotina desde que a conhecemos”, conta Sharon Rouse, ao ver Bruno esticar os braços da pitoresca janela do escritório da Hansen Realty, onde trabalha na recepção.

“Todo mundo conhece Bruno”, ri Sharon. “Você pode não conhecer os vizinhos, mas vai conhecer Bruno”, ele continua rindo.

É que nos últimos 12 anos Bruno tem caminhado todos os dias cerca de 6 quilômetros de Longville, Minessotta, sua cidade, fazendo rondas que o levam de volta à casa de seus donos, Larry e Debbie LaVallee.

Bruno foi um grande caminhante desde o início.

“Um jovem veio na entrada da casa, e Bruno ainda era um cachorrinho”, lembra Larry. “E ele me disse ‘encontrei o seu cachorro em casa’ e eu respondi ‘Bom, mas não é o meu cachorro’” .

Então ele olhou para o cachorrinho que estava dentro do carro do homem e decidiu que ele ia ficar com aquele vira-lata lindo, porque achou que o tinham abandonado. “E então foi o começo de tudo”, Larry sempre diz.

Larry e Debbie LaVallee, proprietários de Bruno.

Kare 11

Bruno faz suas rondas por Longville quase que rotineiramente,  que incluem uma parada na Prefeitura, na livraria, na sorveteria, em várias imobiliárias e no supermercado  Tabaka, onde os trabalhadores o mimam e abrem a porta dos fundos para dar as sobras de carne.

“Ele é nosso amigo, cuidamos dele da melhor maneira que podemos”, diz Patrick Moran, um corretor de imóveis que está a caminho de Bruno. “Na semana passada ele veio e ficou por cerca de uma hora e meia ou duas”, diz  o homem.

Bruno sempre descansa neste imóvel, onde é mimado todos os dias.

Facebook

Os Lavallees contam que tentaram fazer Bruno ficar em casa , até o amarraram para que não ficasse vagando pela cidade, mas o cachorro quase se enforcou tentando se livrar da corrente que o prendia na casa.

Eles estão mais do que acostumados a receber ligações dos novos moradores, alegando que encontraram seu cachorro “perdido”. Eles também se acostumaram com o silêncio do outro lado da linha, quando lhes disseram que não estava perdido, que é normal o cachorro vagar e que certamente encontrará o caminho de volta para casa.

Bruno é uma celebridade e muitos tiram fotos com ele.

É um cão muito calmo e simpático, todos o adoram.

Outra fã de Bruno é Mary Tripp, que lhe dá donuts que ele compra exclusivamente para o cachorro. “Você não compra presentes para o seu melhor amigo?” Pergunta a mulher com uma piscadela sarcástica.

“Ele tem mais amigos do que a maioria dos humanos nesta cidade, e não quero dizer isso como uma coisa negativa sobre os humanos”, diz Mary. “Ele é muito leal.”

Mary está entre aqueles que às vezes levam Bruno no final do dia, embora a habilidade de desviar do trânsito tenha se tornado quase mítica:  “Ela tem seu próprio anjo da guarda”, diz ela .

Às vezes Bruno consegue uma “carona” para casa.

No supermercado  Tabaka, eles guardam sobras de carne para ele, para mimá-lo.

Mas há algo que Bruno não foi capaz de evitar, que é a idade. Ele diminuiu a velocidade e deitou-se para descansar entre suas longas caminhadas. E às vezes, ele decide ficar em casa para descansar o dia inteiro. 

“Ele está envelhecendo, então não vai ficar conosco por muito mais tempo”, diz Debbie com tristeza.

Mas Bruno já faz parte de Longville e em 2016 a cidade dedicou uma estátua de madeira a ele  para sempre lembrá-lo no parque localizado na Main Street:  “Longville Ambassador and Dog”, diz a placa.

O monumento em homenagem a Bruno.

Kare 11

Bruno é sem dúvida um ícone da cidade e sempre será lembrado por seus habitantes.

O que você acha dessa história? Deixe-nos a sua opinião!

Se você gostou desse artigo, clique aqui e descubra mais conteúdo divertido e interessante. via: zoorprendente

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here