Eu registrei uma queixa de barulho sobre o bebê da minha vizinha e ela diz que eu sou egoísta

Todos nós sabemos que ter um bebê recém-nascido pode prejudicar seu horário de sono, mas se seu bebê tem uma tendência a chorar durante a noite, há uma chance de que também esteja acordando seus vizinhos.

E embora a maioria dos vizinhos entenda a situação difícil em que você se encontra como pai, o barulho às vezes pode ser demais – levando a reclamações de ruído.

Isso é exatamente o que uma mulher no Reddit fez quando o bebê de sua vizinha começou a “gritar” a cada poucas horas, porque ela diz que ela ficou completamente incapaz de dormir por conta do choro.

A mulher explicou que trabalha como residente em uma profissão médica e muitas vezes está exausta mesmo sem o ruído adicional que a impede de dormir, e então, depois de um tempo, decidiu falar com o proprietário sobre um possível isolamento acústico.

Em seu post, ela disse: “Moro em um apartamento. Sou residente em uma profissão médica e trabalho 100 horas por semana, além de muitas horas adicionais de estudo e papelada. Eu mal durmo como está.

“Minha vizinha de baixo teve um bebê no mês passado. Desde que ela voltou para casa do hospital, eu não durmo a noite toda. Sou acordada a cada 1-2 horas pelo bebê, o bebê grita demais.

“Eu sei que a mãe está tentando o seu melhor – tenho certeza que ela também não quer ser acordada. Mas estou perdendo o controle. Meu namorado tem me incentivado a registrar uma queixa porque não é justo que eu consiga dormir”

A mulher disse que tentou falar com a vizinha antes de se aproximar do senhorio, mas não conseguiu porque as vezes que tentava eram momentos em que o bebê estava realmente dormindo.

Recomendamos:  Mãe arrasada quando o médico diz que o ronco do bebê é, na verdade, câncer

Mas depois de falar com seu senhorio, a mulher recebeu uma visita furiosa da mãe que a chamou de “egoísta” por denunciar ela e seu bebê.

Ela acrescentou: “Tentei falar diretamente com minha vizinha para perguntar se ela poderia parar de andar por todo o apartamento ou talvez se pudesse haver algum isolamento acústico. Mas toda vez que tive a chance de ir ao apartamento dela, ela deixava uma nota na porta dizendo que o bebê estava dormindo e, por favor, não bata.

“Então falei com meu senhorio na sexta à noite. Deixei muito claro que não estou tentando culpar essa mulher, só queria saber se poderia haver algum isolamento acústico ou algo assim. O senhorio disse que analisaria as opções.

“Bem, sábado eu tive um dia de folga. Eu estava dormindo e acordei com a mulher batendo na minha porta e gritando. A mãe ficou furiosa comigo e continuou gritando sobre como eu sou egoísta e me acusou de tentar expulsar uma mãe solteira. Os vizinhos estavam assistindo e eu tentei explicar, mas ela continuou gritando.”

Eventualmente, a mulher “perdeu o controle” e gritou de volta – dizendo à mãe que ela deveria sair de seu apartamento se ela “não pudesse ficar quieta”.

E agora, ela admitiu que “se sente horrível” com suas ações, mas não sabe como seguir em frente quando ela e a mãe do bebê estão lutando contra a exaustão.

Ela disse: “Eu perdi a paciência. Eu estava exausta do trabalho e apenas gritei de volta. Eu disse a ela que o bebê dela é tão barulhento que isso poderia me custar meu emprego e que eu não consigo mais funcionar por causa dela e que o isolamento acústico não é o fim do mundo.

Recomendamos:  Mulher vai a um abrigo adotar e em lágrimas abraça o cachorrinho que perdeu há 2 anos

Eu disse a ela que se não pode fazer isolamento acústico, ela deveria ser consciente e esquecer da vida em apartamento, nesse momento ela começou a chorar e foi embora.”

“Eu me sinto horrível por isso. Eu sei que não deveria ter gritado. Eu sei que isso me torna o idiota. Mas eu sou o idiota por registrar uma reclamação? Minha impressão era que o proprietário ia resolver a questão e não simplesmente expulsá-la, eu não quero isso.”

Os comentaristas do post foram rápidos em afirmar que nem a mulher nem a mãe estavam erradas no cenário, embora alguns tenham apontado que o barulho vem com a vida em um apartamento e deve ser esperado.

Uma pessoa disse: “Você escolheu morar em um apartamento, o que significa que vai ouvir barulho. Parece que o maior problema é que sua rotina não combina com sua situação de vida”.

Como outra pessoa acrescentou: “Definitivamente, entendo os dois lados”. via:mirror

Gostou do artigo?

Toque nas estrelas para votar.

Média: / 5. Votos:

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais populares