Por vezes a ovelha negra é a pessoa mais sadia da família

Por vezes a ovelha negra é a pessoa mais sadia da família

Quantas vezes já ouvimos alguém dizer ser  a ovelha negra da família? Você já parou para pensar no que realmente significa ser chamado de ovelha negra? No porque as pessoas costumam dar este título a seus familiares?

Muitas vezes temos repetido comportamentos e frases feitas sem nem mesmo compreender o motivo ou o que significam de fato. Por isso é que hoje vamos falar mais sobre o que é de fato ser a ovelha negra. E por que motivo ela poderia ser considerada a pessoa mais sadia da família.

A origem da expressão ovelha negra

A expressão vem do contexto literal. De quando entre as ovelhas nascia um espécime cuja lã era da cor preta. Além de diferi das outras ovelhas, ela também costumava ser mais difícil de cuidar. Além disso, não acompanhava o mesmo ritmo das demais.

Por isso a expressão passou a ser usada no sentido figurado. Com o intuito de descrever aquela pessoa da família que diferia de alguma forma. Fosse por sua atitude ou por sua forma de se vestir, seria alguém fora do padrão.

Quais são as atitudes de uma pessoa que é chamada de ovelha negra?

Em geral, a ovelha negra da família é a pessoa que pensa “fora da caixa”. É aquela que não segue o padrão do “sempre foi assim na nossa família”. Sendo a primeira que se arrisca em algo novo. É quem normalmente paga para ver. É aquela pessoa que ousa.

Algumas atitudes que fazem a pessoa ser chamada ovelha negra são, por exemplo: não aceitar continuar em um relacionamento abusivo. Escolhendo o divórcio. Ou então decidir não se casar apenas por estar grávida.

Outras coisas mais simples também podem ser o motivo do rótulo. Como pintar ou cortar o cabelo bem diferente, usar roupas consideradas extravagantes em seu núcleo familiar, fazer uma tatuagem ou um piercing.

Também tem aquela pessoa que quebra as tradições familiares. Escolhendo uma profissão diferente dos pais, avós e bisavós. Ou casando-se com alguém de uma cultura, religião ou raça diferente.

Mas o que definitivamente faz a pessoa ser até mesmo evitada no núcleo familiar é ela ser aquela que não se cala diante das situações injustas ou dos erros dos outros.

A ovelha negra é aquela que diz a verdade?

É fato que na maioria das vezes, as pessoas que costumam dizer a verdade, chamando à responsabilidade sem “colocar panos quentes” também são chamadas ovelha negra da família. O motivo disso é que quem está cometendo erros ou injustiças e também quem o está ajudando a esconder os problemas, normalmente não quer ser confrontado.

Como, por exemplo: os pais que ocultam os erros de um filho, tipo vícios, traição e mentiras. Se alguém os confronta, outro filho no caso, este seria a ovelha negra da família. Por não concordar com o que os pais e o irmão estão fazendo.

Claro que também existem casos em que a ovelha negra é quem fez escolhas perigosas ou nocivas para si. Bem como para os seus familiares, como vícios ou criminalidade.

No entanto, apesar de também serem das que escolhem viver do seu jeito, seriam também, pessoas que tem ainda outras questões emocionais a serem resolvidas.

Porque algumas vezes a ovelha negra é a pessoa mais sadia da família?

Ela seria a pessoa mais sadia por ser quem ousa mudar quando todos aceitam, sem questionar, determinadas situações. Por correr atrás do que acredita mesmo quando as pessoas não apoiam. Por viver sua vida de acordo com sua própria forma de pensar. Sem medo de ser julgada.

A ovelha negra seria a pessoa que “sai da caverna” e descobre que existe todo um mundo além daquele ao qual estava presa. Como na famosa história do mito da caverna de Platão, a pessoa não foi compreendida, nem sua novidade bem recebida. No entanto, ela se libertou. E isso é saúde emocional.

Ser diferente nem sempre é bem-visto. As pessoas julgam, criticam, tentam te convencer a desistir. Chamam de arrogância sua forma de agir e consideram má educação se você discordar, ou simplesmente te isolam. Fazem de você a ovelha negra. Aquela pessoa difícil de lidar.

Porém, a verdade é que você tem apenas uma vista melhor. Uma perspectiva diferente.

É saudável se questionar e questionar a sua realidade. E não simplesmente aceitar as coisas como se a vida fosse uma linha de produção. Onde tudo acontece, sempre, da mesma maneira.

É  saudável escolher seus relacionamentos e não aceitar viver com alguém que te faz mal. Bem como ter amor-próprio e sair de situações abusivas.

Também é saudável escolher a profissão, a roupa e o cabelo que combinam com você. Ao invés de ser quem os outros esperam que você seja.

É saudável não aceitar nem esconder os erros dos outros. Muito menos ficar em silêncio diante das injustiças.

É saudável ser aquela pessoa da família que tem a coragem de tentar algo novo. Que tem coragem de se reinventar.

Por essas e outras podemos perceber que, na verdade, ser chamado de ovelha negra da família nem sempre é algo ruim. Pode ser simplesmente o sinal de que você escolheu viver da sua própria maneira. Respeitando sua individualidade! Por isso, se esse for seu caso, mantenha o foco, pois vai valer a pena!

Entre aqui e veja outras matérias do site.

Compartilhar matéria:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here