Por que os cães não podem comer uvas ?

Uvas e passas são altamente tóxicas para cães, independentemente da raça ou idade. Há pesquisas em andamento sobre o porquê disso. Não há uma quantidade segura de uvas ou passas que seu cão possa consumir.

Por que os cães não podem comer uvas?

A toxicidade da uva está ligada a danos nos rins. Comer a fruta pode resultar em insuficiência renal súbita e até morte. A substância tóxica nas uvas é desconhecida, mas os cães não conseguem metabolizar taninos, flavonóides e monossacarídeos das uvas. Esta pode ser a principal razão para a toxicidade da uva em cães.

Os cães podem comer uvas verdes?

Quando os cães comem uvas de qualquer tipo e de qualquer forma, eles correm o risco de insuficiência renal (renal). Todos os tipos de uvas, sejam cozidas, sem sementes, descascadas, secas ou frescas, são tóxicas para os cães, mesmo em pequenas quantidades.

Você também deve evitar dar ao seu cão quaisquer produtos de uva, como passas, sucos, geleias ou geleias, são todas extremamente tóxicas para o seu cão.

O que você deve fazer se seu cão comer uvas?

Como não há uma dose tóxica bem estabelecida de uvas para cães, mesmo quantidades muito baixas podem ser prejudiciais ao seu animal de estimação. Por exemplo, uma quantidade tão baixa quanto 6 gramas de uvas por quilo de peso corporal também pode causar vários sintomas de toxicidade alimentar.

Se o seu cão consumir pequenas quantidades de uvas, você deve entrar em contato com seu veterinário o mais rápido possível. Eles podem induzir o vômito para que seu animal de estimação fique limpo, em vez de esperar por sintomas graves que podem ser fatais. Fique atento a sintomas graves, como aumento da pressão arterial, náuseas e vômitos.

Recomendamos:  Motivos para conversar com seu cão

Se você não tem conhecimento do produto alimentar que seu cão consumiu, é aconselhável induzir o vômito. No entanto, se o seu cão tiver problemas para respirar ou apresentar algum sinal de angústia, você deve visitar o veterinário o mais rápido possível.

Seu cão precisará de cuidados imediatos, pois não há um antídoto para o envenenamento por uva. O veterinário pode induzir o vômito logo após a ingestão. Isso ajudará a remover as uvas do sistema do cão.

Seu veterinário também pode sugerir dar carvão ativado ao seu cão para ajudar a minimizar a absorção de toxinas nos intestinos.

Quais são os sintomas de intoxicação por uva em cães?


Os sintomas agudos se desenvolvem dentro de 24 horas após a ingestão da fruta. Os sinais iniciais de toxicidade da uva incluem fraqueza e perda de apetite.

Sinais graves de insuficiência renal são perceptíveis 24 a 48 horas após a ingestão da fruta e incluem dor abdominal, náusea e hálito urêmico (odor de peixe). Aqui estão alguns outros sinais de envenenamento por uva:

  • Vômito
  • Anorexia
  • Diarréia
  • Letargia
  • Aumento da sede
  • Micção excessiva
  • Anúria (não faz mais xixi)
  • Desidratação
  • Úlceras na boca
  • Coma
  • Convulsões
  • Oligúria (diminuição da micção)

Se você suspeitar que seu animal de estimação comeu uvas ou passas e observar algum desses sintomas, leve seu cão ao hospital o mais rápido possível.

Como evitar o envenenamento por uva em meu cão?


Uvas, passas, groselhas e sultanas nunca devem ser dados aos cães. Você também deve garantir que seu cão não consuma pão de passas, suco de uva ou geleia de uva e geleia. Esteja ciente de que algumas barras de proteína contêm passas, tornando-as uma fonte de toxicidade para o seu cão.

Recomendamos:  9 sinais de que seu cão está super conectado a você

A melhor maneira de prevenir a toxicidade da uva em cães é manter esses alimentos longe do seu animal de estimação. Certifique-se de que os familiares e amigos que visitam sua casa estejam cientes do risco de dar uvas ou produtos de uva para cães. via:webmd


- Publicidade -

Mais populares