Oração de São Francisco pelos animais

189
Oração de São Francisco pelos animais

Não se sabe a data exata do nascimento de São Francisco, acredita-se que tenha sido entre dezembro de 1181 e setembro de 1182. Inicialmente com o nome de Giovanni, era filho de Pietro Bernardone dei Moriconi e Pica Bourlemont, um rico comerciante de tecidos e uma nobre senhora.

O nome Francisco foi lhe dado pelo seu pai quando voltou de França, onde se encontrava em negócios na época de seu nascimento, e é com este nome que ele foi e é comumente conhecido.

Para que nos seja possível amar a todos os seres vivos, temos de matar o nosso ego, de nos tornarmos humildes o suficiente para aceitar que o outro não nos pertence, de maneira alguma; o outro não está ao nosso serviço, está sim, ao serviço do Criador, como todos os seres do universo.

Foi assim que viveu São Francisco de Assis, a serviço do Criador, e dessa maneira amou toda a forma de vida. A nossa grandeza está em quando somos pequenos, quando fazemos calar o nosso ego que só sabe reclamar e criticar.

Só assim nos é possível fazer a vontade do Criador, só assim conseguimos ouvir sua sabedoria. Sabedoria essa que nos guiará sempre pelos caminhos do amor.

Oração de São Francisco para animais

Antes de mais nada, o valor de São Francisco está na sua humildade, no seu modo de viver; e sendo o menor dos menores, ele nos faz compreender que mesmo nessa condição social é possível possuir uma grande força de espírito.

O que Francisco mais queria nos ensinar com seu exemplo era o amor, no sentido mais nobre que essa palavra pode significar. Sua vida e seu exemplo foram antes de tudo um ato de amor.

Recomendamos:  Oração de súplica pela saúde (mental, física ou espiritual)

Portanto, esse amor é dirigido não só para o homem, mas também para a natureza e outros animais.

Por isso, caso você se depare com algum animal que precisa de ajuda, recorra à Oração de São Francisco para animais e faça-a com muita fé:

“Oh! Meu querido São Francisco, por favor, liberte as pequenas criaturas das mãos do mal.

Liberte os pequenos filhos de Deus dos sulcos do bisturi, dos venenos.

Liberte-os da dor que ninguém sente, que só Ele conhece.

Oh! Divino protetor, são maravilhosas as criaturas Dele.

Criaturas santas que não conhecem malícia nem crueldade.

Criaturas trazidas para nós para que pudéssemos amá-las!

Oh! São Francisco, eu sofro porque ouço o sofrer delas mesmo no silêncio.

Sinto sua solidão durante os dias e as noites.

Meus olhos choram ao ver sua carne desfigurada, rasgada.

Por aqueles que não conhecem a Luz Divina,

Por favor, impeça que ajam as mãos daqueles que ofendem as criaturas de Deus!

Amém!”

Então, ele era um santo vegetariano?

Quando não estava em jejum, São Francisco comia essencialmente pão, legumes, uvas, frutas secas e, em raras ocasiões, queijo.

No entanto, há alguns casos transmitidos por biógrafos que dão conta de que ele também comia carne, administrada por seus irmãos, quando ele estava gravemente doente; em outro caso, sendo hóspede na casa de nobres, apenas provava, e depois, com outras desculpas, recusava.

Certamente, Francisco não via os animais como alimento, mas como criaturas a serem amadas e respeitadas como irmãos.

O amor pela natureza foi o grande legado de São Francisco. Que o seu exemplo nos sirva de lição, hoje mais do que nunca.

Entre aqui e veja outras orações do site sinais de luta.

Compartilhar matéria:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here