Homem encontra cidade subterrânea em seu porão que abrigava 20 mil pessoas

29 quilômetros ao sul de Nevşehir, na Turquia, há uma cidade que por muito tempo permaneceu escondida da sociedade, mas já abrigou milhares de pessoas. Atualmente é uma atração turística, mas seu valor histórico tem um motivo muito interessante.

Derinkuyu significa “poço profundo” e seu nome está relacionado aos vários níveis subterrâneos que o local possui. Xenofonte, um militar e historiador, menciona em seus relatos que os habitantes da Anatólia cavavam e construíam suas casas no subsolo e viviam lá com sua família, animais domésticos e suprimentos.

Durante muito tempo, os habitantes da área escavaram em vez de erigir para fazer uma cidade que pudesse servir de refúgio às frequentes invasões da Capadócia.

Somente após vários séculos é que, quase por acidente, um homem da mesma província descobriu a cidade oculta depois de derrubar uma parede em seu porão, primeiro encontrando um túnel que levava a outros e depois de informar as autoridades, começou a primeira escavação arqueológica moderna, em 1963.

Até agora só atingiram quarenta metros de profundidade, revelando cerca de 18 a 20 níveis, embora por segurança só seja possível visitar os oito níveis superiores.

O mais interessante é que foi determinado que, além de abrigar quase 20 mil pessoas, as pessoas conseguiram construir capelas, escolas e estábulos.

As obras para a criação da cidade podem ter começado entre os séculos VIII ou VII a.C de acordo com arqueólogos do Departamento de Cultura da Turquia. O mais seguro a se dizer é que a cidade foi abandonada por problemas políticos.

Por volta dos anos 395 d.C a 1453 d.C, Derinkuyu atingiu seu período de pico e houve um aumento de túneis, câmaras e salas que cobriam 445 quilômetros quadrados, além de poder adicionar poços de ventilação e canais de água.

Aqueles que moravam nos níveis mais baixos tinham o “poder” de cortar o abastecimento de água para os níveis superiores e terrestres, isso para evitar que os inimigos envenenassem a cidade, somado a essa estratégia, eles também poderiam bloquear as portas por dentro.

Recomendamos:  Adolescente cria aplicativo para que a irmã não verbal possa se comunicar

A cidade subterrânea de Derinkuyu e sua vizinha Kaymaklı fazem parte do Parque Nacional de Göreme e das cavernas da Capadócia, escolhidas pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade em 1985. via:porquenosemeocurrio


- Publicidade -

Mais populares