Como acabar com as espinhas (Tratamentos para acne)

1783
Como acabar com as espinhas acne

O acne ou espinhas, como é popularmente conhecido, é uma doença de pele que tem maior incidência na puberdade, porém também pode ser frequente em pessoas adultas, visto que na maioria são do gênero feminino.

É relevante, pois afeta a aparência do corpo causando desconforto e muitas vezes ocasionando cicatrizes que são irreversíveis.

Sua prevalência não determina etnias, porém torna-se mais grave para o gênero masculino do que o feminino na adolescência.

O que são e como acabar com espinhas na pele

O acne é uma obstrução dos folículos capilares da pele. Trata-se na maioria das vezes de uma inflamação das glândulas sebáceas.

A fisiopatologia da doença se dá principalmente por este motivo, pois é a partir do folículo pilossebáceo que o sebo não realiza sua principal função: a hidratação e o controle da flora bacteriana.

Seu surgimento depende de alguns fatores como:

  • Predisposição genética.
  • Elevação da flora bacteriana.
  • Alterações emocionais e hormonais.
  • Falta de limpeza da pele.
  • Manipulação dos poros obstruídos.

Como há uma mudança nos hormônios produzidos durante a fase da adolescência, isto facilita a produção alta do sebo da pele, ocasionando assim os sintomas principais: cravos, lesões com pus, nódulos e cistos na pele.

O sebo elevado acaba por nutrir bactérias, causando assim a inflamação e o aparecimento de lesões.

Aspectos emocionais e agravantes do acne

O acne é uma doença de pele que causa muito aborrecimento, pois na puberdade existe um envolvimento muito grande com a estética.

Ela prejudica os aspectos emocionais do adolescente, deixando-o impróspero, e atenuando sua autoestima.

Os hormônios sexuais que são produzidos na puberdade normalmente são os responsáveis pelo surgimento do acne.

Pois, estas substâncias quando estimuladas e elevadas acabam por produzir uma quantidade de gordura na pele acima do normal.

>  9 Dicas naturais para acabar com formigas

Isto acaba se intensificando em pessoas com predisposição genética para espinhas e cravos.

Alguns momentos associados ao estresse, e ao período menstrual nas mulheres, assim como alguns fármacos utilizados, e estações do ano podem agravar o quadro do acne.

 Opções de tratamento existentes no mercado

Qual o tratamento ideal para o acne?

O ideal para o acne, é que seja tratado precocemente, para assim priorizar a saúde da pele e emocional da pessoa, e também prevenir o aparecimento das cicatrizes e marcas ocasionadas por ela.

Não se deve manipular as lesões, pois isto ocasiona na maioria das vezes a inflamação.

Há varias opções de tratamento no mercado, tanto via oral, quanto local, isto vai depender do grau do acne e os locais onde está inserido na pele.

Se o caso for uma forma leve com pouca inflamação o tratamento vai ser local, com produtos existentes no mercado como:

  • Ácido salicílico.
  • Retinoides entre outros.

Entretanto, se o quadro não obtiver melhora do acne, é inserido um tratamento local e via oral, com a utilização de antibióticos específicos disponíveis no mercado farmacêutico.

O tempo de uso é estipulado pelo médico dermatologista.

Procedimentos estéticos mais comuns

Existem procedimentos estéticos que podem trazer um resultado complementar ao uso das medicações, que são eles:

  • Extração dos cravos.
  • Drenagem de abcessos.
  • Peeling.
  • Microdermoabrasão.
  • Laser.
  • Esfoliações químicas.

Assim como, a limpeza de pele também ajuda no tratamento de algumas formas de acne.

Higiene da pele e produtos relevantes para o acne

A importância da higiene da pele com produtos de limpeza corretos, são essenciais para a prevenção do acne.

Limpeza da pele: é importante pois, faz com que os poros obstruídos sejam abertos e com isso facilita a hidratação natural da mesma, o que é relevante para o não surgimento do acne.

>  Como eliminar varizes e vasinhos das pernas (3 soluções naturais)

Dieta: as espinhas e cravos têm uma grande relação genética, e não se associa diretamente à alimentação, portanto, nada de fazer dietas mirabolantes e restringir sua alimentação pensando que assim irá tratar ou mesmo prevenir o acne.

Conhecer o tipo de pele:  é de extrema importância o conhecimento do seu tipo de pele, pois, assim poderá fazer escolhas de produtos adequados a ela e ter um progresso enorme na melhora do acne.

Esfoliação: priorizar produtos para renovação celular, ou seja, retirar as células mortas da pele com esfoliação é uma boa maneira, mas cuidado para não ressecar demais a pele, e assim ocasionar o efeito rebote da mesma. Visto que ela se desequilibra para ficar mais ressecada e depois acaba produzindo mais sebo para compensar este ressecamento.

Óleo essencial de melaleuca: é importante usar produtos que contenham óleo essencial de melaleuca que é um aliado para peles acneicas, pois combate fungos, bactérias e possíveis inflamações na pele.

Máscaras: também é importante aplicar uma máscara facial que é ótima para o controle da oleosidade e purificação dos poros.

Água termal e Sérum: também é legal fazer o uso de brumas para a pele, ou seja, lembrando uma água termal. Normalmente elas contêm ativos que vão ajudar no tratamento. A utilização de um sérum, antes da maquiagem também é bem-vindo, pois ele tem capacidade de purificação da pele, evitando assim a presença de mais espinhas e cravos.

Hamamélis: temos como exemplo o uso da planta medicinal hamamélis, que proporciona um efeito detox na pele e purifica a mesma. 

Atualmente existem produtos com substâncias mais naturais disponíveis no mercado, que favorecem e muito o controle da oleosidade.

Dê preferência a esses produtos, para um melhor cuidado com a sua pele, sempre enfatizando o bem-estar da mesma e a qualidade do que você adiciona nela.

>  Probióticos combatem a obesidade e fortalecem o sistema imunológico

Não tenha medo de usar os óleos vegetais e essenciais, que vêm da natureza pois eles são aliados ótimos para a pele acneica, e evite os óleos minerais, pois não queremos prejudicar a sua pele.

A importância dos óleos naturais

Os óleos naturais têm as características de biocompatibilidade, ou seja, a pele que já é oleosa, recebendo um produto que vai causar a mesma textura à pele, gera melhor absorção e assim equilibra a oleosidade.

Dessa forma não será preciso produzir mais óleo, visto que já está com a quantidade adequada do mesmo.

A pele oleosa e acneica precisa sim de hidratação, porque é a partir dela que se devolve a água para a pele, a reposição hídrica que ela necessita.

Portanto, para acabar com o acne precisa de muito mais do que de um cuidado e uma rotina com a pele, pois, também faz toda a diferença:

A sua alimentação.

A qualidade do sono.

Praticar exercícios regularmente.

Evitar colocar a mão no rosto também é necessário, pois faz com que as bactérias se proliferem.

Percebe-se que o acne é muito mais do que uma doença de pele, ele precisa e requer cuidados diários para manter a sua pele saudável e com vitalidade, e assim melhorar ou acabar com as espinhas de uma forma agradável.

<<< outras matérias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here