Colhemos aquilo que semeamos, acreditando em Deus ou no Universo

Colhemos aquilo que semeamos, acreditando em Deus ou no Universo

Existem muitas situações no nosso dia a dia que me fazem pensar que “alguém está olhando”. São situações que percebo acontecendo à minha volta todos os dias. Coisas que talvez as pessoas nem percebam, mas estão ali para quem quiser ver. Para quem estiver disposto a parar por um momento e refletir.

O rapaz que ajuda a senhora idosa a carregar as compras, o porteiro que sempre alegre cumprimenta as pessoas, a criança que compartilha seu lanche com os amigos, a menina que ajuda a outra a fazer suas tarefas, a mulher que dedica seu tempo cuidando de alguém doente, aquela que cuida dos netos e assim por diante. 

Quando paramos um pouco e olhamos ao nosso redor, percebemos que pequenos milagres, provas de carinho e cuidado estão acontecendo o tempo todo.

Para você pode ser só uma boa ação. Para quem recebe, é o milagre do dia dela. Alguém está olhando.

Nada passa desapercebido ou oculto, mesmo as pequenas escolhas e atitudes, cada detalhe importa, nossa vida importa, nossa dor importa, nossas emoções, nossas dificuldades e nossas conquistas também importam e “alguém está olhando”. 

Mais do que isso, existe um delicado equilíbrio no universo que permite a existência da vida, o ar que é respirável, a gravidade exatamente como precisa ser, até o clima propício à vida, ainda que seja às vezes muito frio ou muito quente. Alguém está olhando!

Sabe aqueles “quase” que acontecem na nossa vida? Quase tive um acidente, quase fui atropelado, quase me machuquei feio, quase tive um prejuízo… ou aquele dia em que você se atrasa e descobre que o seu ônibus bateu?

Que você esquece algo e tem que voltar,  e acha o ferro de passar ligado?… pois é, eles também provam meu ponto… alguém está olhando.

Tem uma história que ouvi há poucos dias que ilustra bem esses “quase”.

Um homem estava na estrada, viajando para ver sua família que mora em outra cidade. Notou que já tinha passado muito do horário de almoço e parou em um lugar para fazer uma refeição.

Quando voltava para seu carro após comer muito bem, viu uma mulher com sua filha pequena que estavam trabalhando catando papel.

Ele viu o carrinho cheio então comentou: “hoje o dia foi bom né?” E a mulher respondeu: “sim, vamos andar mais alguns quilômetros para vender e então teremos dinheiro para almoçar”.

Seu coração se encheu de compaixão por aquela mulher batalhadora. Tirou seus óculos, colocou em cima do carro e pensou como ajudar.

Foi até o restaurante e pagou o almoço dela e da filha.  Ao seguir viagem, quase entrando na estrada, notou que estava sem seus óculos.

Por estar ainda próximo ali do restaurante, retornou e ao procurar, encontrou seus óculos destruídos no chão.

Outro carro havia passado por cima. O homem se entristeceu e pensou que se não tivesse ajudado aquela família, não teria perdido seus óculos que eram praticamente novos.

Entrou novamente na estrada e encontrou um engavetamento acontecido há alguns minutos, com um carro igual ao seu debaixo de um caminhão.

O homem então percebeu, se não tivesse ajudado aquela família, seria ele ali. 

Não sei como você vê esta situação, mas eu consigo ver Deus nesses detalhes, eu consigo perceber que existe alguém olhando sim.

Que alguém se importa tanto que faz pequenos milagres no dia a dia das mais diversas formas e desfruta desses milagres quem consegue percebê-los!

Às vezes, passamos pelo dia como aquele caminhão passou por cima do carro, só vamos em frente, só queremos que o dia acabe logo. Então nem percebemos tudo o que está a nossa volta, tudo o que estamos perdendo, que deixamos de ver.

Eu sei que os tempos são difíceis, que os dias são corridos, que temos mil coisas na cabeça mas também sei que nossa maneira de ver o mundo define como o dia termina.

Colhemos aquilo que semeamos, independentemente de você acreditar em Deus ou no Universo. Esta lei é infalível e “alguém está olhando”. Aquilo que semeamos no nosso dia, certamente colheremos.

No final, dá para dizer que nossas escolhas definem nosso futuro, assim como na história desse homem.

Enquanto ele continuar fazendo as boas escolhas, terá seu caminho livre para cumprir sua missão. A propósito, ele chegou na outra cidade e pegou o neto no colo pela primeira vez.

Pessoalmente gosto de acreditar que alguém cuida de mim, que alguém se importa tanto que me dá uma nova oportunidade de ser melhor a cada amanhecer. Que posso aprender com os pequenos milagres de cada dia e assim evoluir como pessoa!

E você? Já parou para perceber os pequenos milagres de hoje? Que momento do seu dia você pode perceber que “alguém está olhando”?

Ou então em que momento, você pode ser este pequeno milagre na vida de alguém?

Quem sabe dando um sorriso, uma palavra encorajadora ou mesmo um bom dia para uma pessoa que estava triste. O milagre também pode ser você!

Entre aqui e veja outras publicações do site.

Compartilhar matéria:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here