5 Sinais de saúde frágil e em risco que você não pode ignorar

5 Sinais de saúde frágil e em risco que você não pode ignorar

Pensar que está saudável e realmente estar saudável são duas coisas muito diferentes. Você pode se exercitar algumas vezes por semana, escovar os dentes após cada refeição e ir para a cama em um horário razoável todas as noites e, ainda assim, pode estar desenvolvendo alguma doença, mesmo sem perceber. 

À medida que continuamos a enfrentar a pandemia global que se instalou, manter sua saúde e estar ciente dos sinais a serem observados nunca foi tão importante.

É hora de aprender sobre quais são os sintomas de saúde menos óbvios que podem indicar que um problema sério está acontecendo – porque, quando se trata de saúde, conhecimento é o diferencial.

1) Manchas na pele e ressecamento

A opção de tratamento mais comum para pele seca é hidratar a pele. Os hidratantes estão disponíveis em drogarias e perfumarias sob a forma de pomadas, cremes e loções. Eles variam em viscosidade e espalhabilidade.

O uso prolongado de hidratante não causa danos e oferece proteção sustentada à pele. Vaselina branca, óleo de bebê e umectantes são outras opções disponíveis para pele seca. Os hidratantes contendo vitamina E são especialmente úteis para tornar a pele macia e suave.

É importante consultar um profissional de saúde se a sua pele estiver seca e não melhorar com o uso de hidratantes e se persistir mesmo ao evitar a exposição a possíveis “gatilhos” para essa condição, como produtos químicos.

Se a pele estiver intensamente seca, pode surgir coceira. Isso pode levar à necessidade de medicamentos que aliviem o incômodo. Remédios que neutralizam o efeito da histamina (anti-histamínicos) auxiliam no tratamento do prurido.

Os cremes contendo medicamentos chamados corticosteroides também aliviam a coceira quando aplicados na pele. Alguns outros medicamentos podem ser usados ​​para um alívio imediato, mas temporário.

Eles incluem anestésicos tópicos, como lidocaína ou benzocaína, e pomadas, e loções com mentol e cânfora.

A ajuda médica será necessária se a coceira for intensa e persistente, se a pele estiver rachada ou ferida, se o sono for perturbado devido ao problema e se houver qualquer nova mancha que persista por mais de duas semanas.

Febre e pus ou sangue na área ressecada também são indicativos que você precisa consultar um médico.

2) Queda de cabelo

Uma série de fatores pode causar queda excessiva de cabelo. Por exemplo, cerca de 3 ou 4 meses após uma doença, ou uma grande cirurgia, você pode perder repentinamente uma grande quantidade de cabelo. Essa queda está relacionada ao estresse da doença ou da cirurgia e é temporária.

A deficiência de ferro leva à anemia e à queda de cabelo também. Na anemia, menos oxigênio é transportado para o couro cabeludo, deixando os folículos sem os nutrientes necessários, e, eventualmente, causando uma queda de cabelo uniforme e gradual.

A falta de vitamina C e o consumo de cafeína e álcool também podem impedir a absorção de ferro. Beber sucos de frutas com alimentos ricos em ferro auxilia na absorção, ajudando o cabelo a crescer novamente.

3) Unhas frágeis

Unhas finas e quebradiças são geralmente causadas por deficiências nutricionais, principalmente de biotina e proteína. O estresse também pode causar unhas quebradiças às vezes, pois nesse caso há má absorção de nutrientes pelo corpo. 

As unhas tornam-se quebradiças quando o teor de água é inferior a 16% e tornam-se flexíveis quando superior a 25%, então fique atento à quantidade de água que você ingere. Os minerais são outro aspecto importante da composição da lâmina ungueal; principalmente magnésio, cálcio, ferro, zinco, sódio e cobre.

Faça uma dieta rica em ferro, vitaminas do complexo B, proteínas e cálcio, pois são nutrientes importantes para unhas saudáveis.

4) Excesso de cansaço

Cansado é um estado de espírito para muitos, mas o raciocínio por trás disso pode ser outro. Embora o excesso de cafeína na rotina e o sono insuficiente sejam causas plausíveis de exaustão, pode haver mais do que isso. 

A fadiga e o cansaço, podem ter razões não relacionadas com qualquer doença específica, mas normalmente são causados ​​por problemas como um sistema imunológico hiperativo ou fortemente comprometido, estilo de vida pouco saudável e estresse extremo.

Em certos casos de infecção viral e bacteriana, a fadiga também pode ser causada pela rápida disseminação do germe infeccioso para as células vitais do corpo, o que só um exame de sangue (ou, em alguns casos, de urina) pode detectar.

Há uma série de razões relacionadas à saúde que explicam por que você pode estar se sentindo cansado, incluindo desidratação, baixos níveis de ferro, poucos exercícios e muito açúcar na dieta.

Se você está sempre cansado, pode não ser tão saudável quanto pensava; dê uma olhada em sua dieta, suas atividades físicas, seu nível de hidratação e considere conversar com um médico sobre quaisquer deficiências nutricionais que você possa ter.

5) Gripes e resfriados frequentes

A gripe sazonal, comumente chamada de “gripe”, é causada pelos vírus da influenza, que infecta o trato respiratório (ou seja, nariz, garganta, pulmões). Ao contrário de muitas outras infecções respiratórias virais, como o resfriado comum, a gripe pode causar doenças graves e complicações com risco de vida em muitas pessoas. 

A gripe ocorre globalmente com uma taxa anual estimada em 5% –10% em adultos e 20% –30% em crianças. As suas complicações podem incluir pneumonia bacteriana, infecções de ouvido, infecções dos seios da face, desidratação e agravamento da insuficiência cardíaca congestiva, asma ou diabetes.

Sintomas estomacais, como vômitos, diarreia e náuseas, também podem ocorrer, mas são mais comuns em crianças.

Como existem vários tipos de vírus da gripe e mais de 200 tipos de resfriado, é importante cuidar do seu sistema imunológico, incluindo tudo o que pode afetá-lo – principalmente o estresse.

Infecções oportunistas são muito mais comuns em pessoas que têm o sistema imunológico comprometido por estafa e burnout.

O que fazer se eu tenho um ou mais sinais?

Se você estiver enfrentando um problema de saúde grave, não tente diagnosticar a si mesmo. Marque uma consulta com seu médico para obter uma resposta confiável sobre o que está acontecendo. 

Porém, também existem alguns sinais menores de que algo pode estar errado. Talvez você esteja sempre com sede, por exemplo, ou tenha manchas, pele seca e com coceira. Se você sabe o que pode estar causando esses sintomas, pode fazer mudanças no estilo de vida para evitá-los antes que piorem.

Seu corpo é realmente inteligente. Os pequenos desconfortos incômodos que você sente costumam ser a forma de seu corpo se comunicar com você. No entanto, muitas vezes, ignoramos esses avisos completamente.

Em alguns casos, um pequeno sintoma pode indicar que uma simples mudança de estilo de vida ou alteração em sua dieta pode ajudá-lo a se sentir melhor.

Algumas deficiências de nutrientes, por exemplo, podem se tornar aparentes por conta de certos sintomas. Você pode considerar adicionar certos nutrientes em sua dieta em grandes quantidades ou tomar um suplemento.

Aprender o que essas mensagens físicas significam é uma das muitas coisas que você pode fazer para melhorar sua saúde e qualidade de vida.

É óbvio que você não está saudável quando é diagnosticado com câncer, sofre um ataque cardíaco, sofre um acidente vascular cerebral ou faz diálise.

Essas crises repentinas tomam qualquer um de surpresa e, com sorte, motivam os pacientes a fazerem mudanças na saúde e no estilo de vida, com o objetivo de trazer o corpo de volta ao equilíbrio.

Entretanto, nossos corpos nos dão sinais de alerta de piora da saúde muito antes de sermos atacados por doenças potencialmente fatais, e você precisa estar muito atento a isso.

Nosso corpo fala conosco, muitas vezes discretamente, dando indícios de que algo não está bem; e, se não ouvirmos, ele inevitavelmente irá adoecer. Tenha cuidados periódicos com seu organismo e não se esqueça de realizar um check-up pelo menos uma vez por ano!

Entre aqui e veja outras matérias do site sinais de luta.

Compartilhar matéria:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here